O que esperar do “Super Bowl Halftime Show” desse ano?

O que você faria se recebesse cerca de 650 mil reais por segundo? Pois é, esse é o preço cobrado para qualquer empresa que deseja divulgar sua marca durante o Super Bowl, o evento mais assistido do planeta, e por esse motivo tem a publicidade mais cara do mundo.

O Super Bowl é o evento da grande final do campeonato de futebol americano da NFL. Atualmente a emissora que detém os direitos de transmissão do evento é a NBC que cobrou no último ano cerca de 5 milhões de dólares por 30 segundos de anúncio, preço que pode variar dependendo da quantidade de inserções no momento da transmissão.

super_bowl_50.jpg
Trófeu do Super Bowl

O evento acontece todos os anos no mês de fevereiro e atrai os apaixonados por futebol americano e da música, pois durante o intervalo do jogo acontece o famoso “Super Bowl Halftime Show” uma apresentação que traz todos os anos os maiores nomes da música, como no caso de Beyoncé, Katy Perry, Coldplay, Madonna, Michael Jackson, Bruno Mars, Black Eyed Peas, entre outros.

Este slideshow necessita de JavaScript.

A primeira apresentação aconteceu em 1967 e se sucedeu nos anos seguintes, esse ano como não poderia ser diferente, a grande atração do show do intervalo será Lady Gaga que no último ano lançou o seu álbum Joanne.

Os cantores não ganham nada para se apresentar e os custos da apresentação é do próprio artistas. Estima-se que Lady Gaga tenha gastado cerca de 15 milhões de dólares na apresentação desse ano.

A pergunta que fica é?

O que o artista ganha com isso? Bom, bem simples de responder; uma exposição enorme, ou melhor, a maior exposição mundial, a duração do show acontece em média de quinze minutos e para um artista que acaba de lançar um álbum é uma jogada de marketing muito importante, alavanca as vendas e traz mais lucros para ele(a).

Como foi no caso da Beyoncé na apresentação de 2016. Logo após a performance foi anunciado as primeiras datas da turnê Formation Tour do álbum que havia sido lançado no mesmo ano, e estimasse que Lady Gaga também se utilize da mesma estratégia para divulgar as datas da sua nova turnê.

lady-gaga-super-bowl-50-620x413.jpg
Lady gaga cantou o Hino Nacional americano na abertura do Super Bowl de 2016 

Por exemplo, o aumento de vendas após a apresentação de Katy Perry em 2015 foi cerca de 1.000%, sendo também uma das turnês femininas mais lucrativas daquele ano, a Prismatic Tour que chegou vir para o brasil na edição do último Rock in Rio.

Porque pagar tão caro?

As empresas pagam caro por se tratar da maior audiência mundial, imagine o que é ver cerca de 114 milhões de espectadores (Número estimado no último ano) vendo a sua marca na televisão, número que vem crescendo ano após ano. O retorno financeiro para as marcas é enorme, ou seja é um jogo dentro do jogo.

823431.jpg

Bom, o que podemos esperar nesse ano com certeza é uma superprodução, assim como nos anos anteriores e ainda mais se tratando Lady Gaga, uma das artistas mais polêmicas e excêntricas do Século XXI. Até o momento não existe nenhuma informação de quais músicas serão cantadas, como será o palco desse ano. Tudo é mantido em segredo a sete chaves, para aumentar ainda mais a expectativa do público. Mas uma é coisa é que todo queremos é que mais uma vez possamos se surpreender com mais um “Super Bowl Halftime Show”.

show-superbowl-50.gif
Até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *