Um pouco da Campus Party 2017

Acabou hoje em São Paulo na arena Anhembi a décima edição da Campus Party, um dos principais eventos tecnológicos que acontece anualmente no Brasil. Novamente tive o enorme prazer pelo segundo ano consecutivo de poder cobrir o evento diretamente para o blog. No post de hoje deixei um resuminho de tudo o que aconteceu e também um pouco da história do evento e os dados desse ano.

img_1245

O principal objetivo do evento é tratar de questões relacionadas a internet, reunindo um grande número de comunidades e usuários da rede. O evento visa proporcionar palestras de CEOs, influenciadores, pessoas relacionadas ao mundo da tecnologia, ciência, empreendedorismo, criatividade, games, design, inovação, entretenimento e mídias sociais como blogueiros e alguns youtubers, tratando sempre de assuntos que envolvem a sociedade contemporânea moderna e a inovação tecnológica, separadas em dez palcos.

História

A primeira edição do evento aconteceu no ano de 2008 em São Paulo e depois disso se espalhou para algumas regiões do Brasil como Brasilia, Recife e Belo Horizonte. O interessante do evento é a possibilidade dos participantes poderem acampar lá dentro durante 24 horas do dia durante toda a semana.

Os Números de 2017

O evento desse ano começou no dia 30 de Janeiro e acabou no dia 4 de fevereiro, com a participação de mais de noventa mil pessoas, entre profissionais da imprensa, campuseiros e visitantes.

Reunindo 40% do público feminino e 60% do público masculino, deixando explicitamente que o evento reúne também a diversidade de pessoas, sendo a maioria delas do mundo Geek e Nerd. Foram 6.500 barracas, sendo 6 mil simples e 500 duplas e cerca de 60% dos campuseiros tinha idade entre 18 e 29 anos.

IMG_1258.JPG

Representatividade 

A representatividade feminina também cresceu nos últimos anos pra cá, cerca de 40% de 750 palestrantes são mulheres, o que em 2008 não chegava nem há 5% desse número, mostrando também que o cenário social está mudando rapidamente.

Foram realizadas mais de 750 horas de atividades, dentre elas palestras, workshops e reuniões, pois também é o local onde cerca de 160 Startups participaram do programa Startup&Makers a procura de novas idéias, novos mercados e soluções tecnológicas, o objetivo é impulsionar e capacitar jovens talentos e empreendedores

IMG_1274.JPG
Palestra sobre a representatividade feminina no Youtube – Maira Medeiros (Nunca te pedi nada), Becca Pires, Maddu Magalhães, Nátaly Neri(Afros e Afins) e P. Landucci

Solidariedade

Além disso, Daniel Annenberg, secretário de inovação, anunciou uma parceria junto com a prefeitura de São Paulo. As 6.500 barracas utilizadas pelos campuseiros logo ao fim do evento serão doadas para moradores de ruas.

campus_party2.jpg

Games e Simuladores

Esse ano foram cerca de quinze simuladores, entre eles de caminhão (ProSimulador), voo, corrida de carros, realidade virtual, simulador de trânsito, além de outros games que fizeram a cabeça da galera do evento, por exemplo, a todo canto que eu olhava tinha pessoas jogando o game Just Dance 2017, no estande da Submarino, entre os campuseiros ou no estandes de games.

Esse ano o que fez a alegria da galera foi também a corrida de Drones, uma das coisas que mais me deixou fascinado, não sabia que dava para controlar os movimentos deles tão bem. Podemos citar também o combate entre robôs, jogo de escape e além disso uma mini baladinha proporcionada pela TNT Energy Drink.

Problemas

Como todos os anos infelizmente acontece sempre alguma anormalidade no evento, na edição de 2015 por exemplo, a crise hídrica afetou os campuseiros por conta da falta do abastecimento de água. Em 2016 as constantes quedas de energia fizeram os campuseiros reclamarem muito e nesse ano um pouco antes do inicio do evento no dia 31 de janeiro houve uma instabilidade na conexão, pois segundo informações da Telebras, empresa que é responsável pela infraestrutura do evento, ladrões roubaram mais de dois quilômetros de fibra óptica que seria utilizada no evento, problema que foi resolvido logo pela manhã do primeiro dia do evento, antes da abertura dos portões às 9h.

IMG_1230.JPG

Esse ano a velocidade da internet era de 40 Gigabites por segundo, o que por exemplo faz com que algumas pessoas compareçam no evento só para baixar arquivos pesados.

Porque ir a Campus Party nos próximos anos?

Mesmo que você não goste de tecnologia eu te recomendo muito ir à Campus Party, pois é um evento que faz as pessoas terem percepções diferentes sobre o mundo contemporâneo, já que o evento retrata a tecnologia voltada para melhoria de vida das pessoas das mais diversas camadas sociais, como empreendedorismo, representatividade, parcerias e negócios.

– Ah Rodrigo não tenho dinheiro para gastar em um evento desses!

A campus Party todos os anos tem o espaço grátis, a “Open Campus” com atividades gratuitas, por exemplo esse ano, a corrida de Drones, os simuladores, área de games, comidas, escapes e as batalhadas de robôs estavam localizados nessa região do evento.

IMG_1200.JPG

Bom pessoal, espero que tenham gostado do post, em breve estarei trazendo outras novidades e mais conteúdo de eventos aqui para o blog. Confesso que estou bem ansioso por esse ano de 2017.

Ah! Lembrando, se não quiser ficar por fora das novidades do blog, não esquece também de curtir a fã page clicando aqui e ativar as notificações, pois sempre que sair um post novo você será avisado.

Até mais! 🙂

Começa a 10ª edição da Campus Party Brasil

Com ingressos esgotados, #CPBR10 espera receber mais de 80 mil visitantes e 8 mil campuseiros nos cinco dias do evento

cpmex08

Começa hoje no Pavilhão de Exposições do Anhembi, em São Paulo, a 10ª edição da Campus Party Brasil. O maior evento de tecnologia, inovação e empreendedorismo do mundo ocorre até 5 de fevereiro promovendo debates sobre novas tecnologias, ciência e as mudanças que as próximas gerações enfrentarão. Além disso, em parceria com o PNUD (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento), a CPBR10 realizará este ano o The Big Hackathon, um desafio com 100 horas de duração que tem o objetivo de desenvolver soluções tecnológicas para os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) propostos pela ONU, e também fomentar o empreendedorismo inovador

Com seis dias de duração, o evento receberá cerca de 90 mil visitantes, sendo 8 mil campuseiros, que terão acesso a mais de 700 horas de conteúdo e atividades que acontecerão praticamente 24 horas por dia. Além disso, o público poderá usufruir de uma internet com velocidade de 40GBps.

ovni-856x570.jpg

A #CPBR10 ocupa os três pavilhões do Anhembi, ficando em uma área de 77,7 mil m² onde ficam instalados sete palcos – Entretenimento, Criatividade (Design e Mídias Sociais), Empreendedorismo, Inovação, Ciência e o Principal e outros dois palcos que contarão com as palestras sugeridas pelos campuseiros por meio da campanha – Vire um curador.

“Um dos grandes objetivos dessa edição é nos aproximarmos dos campuseiros criando uma verdadeira comunidade. Para isso criamos duas campanhas na internet uma que estimulava os campuseros a mandarem vídeos para nós contando com a Campus Party mudou a vida deles e outra que era para eles justamente sugerirem palestras e conteúdos para essa décima edição. O resultado dessas duas campanhas foi surpreendente o que mostrou que estamos no caminho certo para fazer dessa uma edição inesquecível para todos”, conta Tonico Novaes, diretor geral da Campus Party Brasil.

Uma novidade dentro da Arena é a Academia Gamer, espaço destinado para que os campuseiros aprendam técnicas e dicas de jogos com atletas e profissionais. “Sabemos que os e-sports estão conquistando um público cada vez maior no Brasil e, por isso, não poderíamos deixar de separar um espaço exclusivo para eles”, explica Tonico.

Hackathons
Este ano a CPBR terá alguns desafios, entre eles o The Big Hackathon que ocorrerá em parceria com o PNUD com o objetivo de desenvolver soluções tecnológicas para 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) propostos pelo Programa das Nações Unidas. Uma comissão organizadora, formada por especialistas em hackathon e um grupo de curadores, será responsável pela escolha dos candidatos que já se inscreveram e montagem dos times. Mentores e especialistas de faculdades e do Sebrae também farão parte da equipe da Campus para auxiliar os participantes.

1129df55a89e454.jpg

Open Campus

A área aberta e gratuita da CPBR funcionará entre 1 e 4 de fevereiro, das 10h às 20h. No espaço os visitantes poderão interagir com 14 simuladores, acompanhar a famosa Batalha dos Robôs, assistir ao primeiro Campeonato Brasileiro de Drones para profissionais, além de conhecer protótipos de trabalhos acadêmicos e startups com ideias inovadoras.  Uma novidade da área é o Espaço Fazedores onde makers ensinarão diversas habilidades construtivas como solda e marcenaria, por exemplo.

hub_global_campus_party_2016_2.png

As palestras do palco principal poderão ser acompanhadas no site Campuse.ro via streaming e, após o final do evento, as mesmas ficarão hospedadas no mesmo site.

Para mais informações sobre a agenda do evento, CLIQUE AQUI

Até a próxima!

Uma relação que vem da Infância

Por toda minha vida, sempre cresci envolvido e rodeado pelo mundo dos vídeos games. Até mesmo quem não joga, já se divertiu pelo menos alguns bons minutos em frente da televisão com um controle na mão.

super_nintendo_snes_pad_vector_by_oclero-d4sx6j5.png

Me lembro do meu primeiro contato com eles aos quatro anos de idade ou antes disso, no Natal de 2000. Minha mãe me trouxe uma caixa estranha e grande com o que para mim parecia mais um brinquedo comum, e ao desembrulhar me deparei com o meu primeiro vídeo game um Super Nintendo SNES e adivinha, meu primeiro jogo? Um ícone dos Games, Super Mario World.

video-game-super-nintendo-thumb-600x480-30564                        mario-jump-gif-super-mario-bros-37766025-500-470

Eu confesso que não sabia nem como jogava e por esse motivo me divertia assistindo meu pai jogar. Achava o máximo aquele boneco acompanhando os comandos, achava o meu pai o melhor jogador do mundo, que convenhamos, depois que cresci, realmente percebi que ele não é, não consegue ganhar uma corrida no Need For Speed, enfim…

PXnaCF.gif     4ZR_yb.gif

Eu podia não saber jogar mas fiquei vidrado, a minha primeira paixão não foi a garotinha da escolinha e sim o meu primeiro vídeo game

– O estilo perfeito de Nerd eu né? Vamos continuar…

Com o passar do tempo, fui crescendo, e o mundo foi se modernizando cada vez mais, lembro a perfeita ordem da minha evolução com os vídeo games. Depois do Super Nintendo SNES, com 7 anos o Nintendo 64, depois aos 10 ganhei o Dreamcast era um concorrente do até então Playstation 1 e para mim a história mais marcante com os vídeo games foi quando ganhei meu Playstation 2, no Natal, era um das coisas que eu mais queria ganhar naquele ano e foi difícil viu, eu contei um pouco da história desse vídeo game nesse vídeo (CLIQUE AQUI)

tumblr_mgbw3nXm4j1qfy2kdo1_r2_500.gif

Me lembro de passar horas no Mercado Livre e em outros sites mostrando para o meu pai coisas sobre o Playstation 2, e o quão legal aquele vídeo game era. Na época era considerado o nosso Playstation 4 de hoje todos tinham e quem não tinha queria ter.

Até que um dia acordei na manhã natalina e me deparei com ele aos pés da minha cama, embrulhado em um pacote vermelho. Nem hesitei em demorar e já fui abrindo com a maior fúria, porém algo chato aconteceu, calma! O console funcionou sim mas meu pai, adivinha? Esqueceu de comprar um jogo.

H1Dyrh.gif

Aquele provavelmente foi o dia mais longos da minha vida. Nada que não fosse resolvido no dia seguinte, lembro exatamente dos meus quatro primeiros jogos, GTA San Andreas, KillZone, Sonic Adventure e Gran Turismo 5.

Após um tempo, adivinha? O aparelho queimou e fiquei longos seis meses sem jogar nada, tirando os Flash’s que eu jogava no computador, mas nada se comparava ao vídeo game em si.

33bn0vb.gif

Através de uma promessa que firmei com meu pai, um tempo depois ganhei o Xbox360 (Meu filho até hoje) com o acordo de não ficar de recuperação no fim do ano, e como, modéstia parte, sempre fui um aluno dedicado, bagunceiro, mas dedicado, tirei de letra esse pedido. E ganhei o meu maravilhoso X360 White Fat que completa comigo mais de sete anos, em perfeito estado, como se acabasse de sair da loja.

super+mario.gif

Campus Party Brasil 2017 #CPBR10

Entre os dias 31 de janeiro à 5 de fevereiro de 2017 acontece em São Paulo no Pavilhão de exposições do Anhembi o evento mais esperado para os amantes da tecnologia, cultura pop e Nerd, a décima edição da Campus Party Brasil ou como chamam a #CPBR10.

cpmex08

O evento conta com palestras dos principais nomes da tecnologia, projetos de startups, os computadores mais irados do Brasil e o mais legal e diferente do evento, é que dependendo do ingresso você pode acampar internamente, já que o evento dura 24 horas do dia durante toda a semana. Além de Workshops e outras atividades interativas.

9c055acd9800050e657f29811e7f5214.png

Nesse ano os próprios campuseiros puderam sugerir palestras ou conteúdo para feira, as mais votadas podem fazer parte do evento. Além disso os participantes poderão desfrutar de atividades, além de compartilhar e desenvolver novas ideias e projetos, principalmente para aqueles com espírito empreendedor e apaixonados por tecnologia.

Ao todo serão sete palcos cada um com uma abordagem diferente, como empreendedorismo, entretenimento, design, mídias sociais, ciência, Inovação, e o principal que contará com os principais e mais renomados palestrantes do evento.

O evento também contara com simuladores de avião, carro, moto, helicóptero, formula 1 e até incêndio e o mais legal é que estará na área gratuita do evento.

ezgif.com-resize_4.gif

A entrada custa a partir de R$ 240,00 e R$ 360,00 e podem ser adquiridas pelo site clicando aqui. O pavilhão de exposições do Anhembi está localizado na Avenida Olavo Fontoura, 1209. São Paulo – SP.

Eu estarei presente durante alguns dias do evento e contarei conforme os dias um pouco de como foi, além disso para quem não me acompanhada ainda no Youtube, ano passado fiz uma pequena cobertura do evento, confesso que estava no início da minha carreira na plataforma por isso não foi um dos melhores, mas esse ano será com uma qualidade melhor pois agora eu tenho uma câmera, prometo!

Para quem não viu o vídeo da #CPBR9, segue abaixo:

Conheça o novo iPhone 7

Em um avento oficial da Apple em São Francisco, Califórnia um ano depois do anúncio do iPhone 6s, foi anunciado nessa quarta feira o novo iPhone 7. Com um design parecido com o anterior o novo aparelho veio com grandes mudanças, porém sem muitas novidades, confira

iphone_7 copy.png

O Formato do aparelho continua o mesmo, com as cores, preto fosco, preto brilhante, dourado e rosa.

Arquivo_001.png

O botão home agora conta com uma função tátil, ou seja, o que antes era clicável agora conta com resposta tátil.

Agora é resistente a água e a poeira para os atrapalhados de plantão. Com certificação IP67, o que qualifica como resistente a água podendo ficar até 30 minutos submerso.

crxrzkixeaa3yny-617x264

Tradicionalmente será apenas uma câmera com lente de abertura 1.8 com seis elementos na versão menor, um sensor de 12 megapixels, o Led conta com 4 tons para fotografias mais reais.

A Câmera frontal agora conta com 7 Megapixels, com estabilização digital e um desfoque maior e estabilização na gravação

A tela conta 25X mais brilho do que nas versões anteriores.

O iPhone 7 plus terá duas câmeras de 12 megapixels uma é wide e a outra de telefoto, que aumenta o ângulo de captura e um zoom maior. As duas trabalham em conjunto e captam fotos com maior qualidade. Agora o zoom conta com 10x e por causa dessa junção, a qualidade na hora de dar zoom faz com que a foto mantenha uma alta qualidade.

14184568_10153838927276146_1954554832843030923_n.jpg

O Speaker agora é estéreo, possuí duas saídas de som quando o celular é colocado na horizontal com volume duas vezes maior.

EarPods é a grande novidade nessa versão agora a entrada Lighting serve para a entrada do fone, porém na caixa virá um adaptador de entrada P2 pois esse novo aparelho não possuí entrada exclusiva para fones de ouvido.

A nova geração dos Ear Pods são sem fio, com um processador W1 vai funcionar em conjunto com o iPhone e com o AppleWatch através de conexão Bluetooth.

O fone terá auto falantes e com um próprio case pare recarregar com duração de até 5 horas. Ou seja, não é apenas um fone e sim um Headset portátil. Na minha opinião esse novo tipo de fone vai dar muito problema, já que custa cerca de 169 dólares e funcionará apenas com produtos apple, como iPhones e Watchs.

fones1.jpg

Agora o processador é Two Core nomeado de W10, com dois novos núcleos o que ajuda a diminuir o uso de bateria e aumenta o desempenho. Segundo a própria Apple o chip é 240 vezes mais rápido que o iPhone 1, o mais poderoso de um celular atualmente.

A Bateria resiste até duas horas mais do que no iPhone 6s em uso intenso.

Arquivo_000.png

Com versões de 32GB, 64GB e 128GB os preços serão: iPhone 7  a partir de 649 dólares e a versão Plus a partir de 749 dólares. A versão de 16 GB foi descontinuada.

A pré venda dos aparelhos acontecerá no dia 9 de setembro e o lançamento no dia 16 do mesmo mês. O Brasil ainda está fora dessa data como de costume, o lançamento por aqui deve ocorre como nos anos anteriores por volta de Dezembro ou Janeiro e o Novo IOS 10 sai no dia 13 de setembro.

Arquivo_002.png

E aí? vamos fazer um financiamento pra comprar ele? Bom, no meu caso eu continuo bem feliz com o meu iPhone 6. Não esqueça de curtir a pagina do Blog clicando aqui para ficar por dentro das novidades.