Como Viajar de graça pelo Brasil – IDJovem

Essa semana eu estava tão empolgado procurando tempo para escrever esse post e finalmente encontrei agora, pois tenho certeza que esse assunto é interessante para muita gente, afinal quem não gosta de viajar, e já imaginou fazer isso de graça pelo Brasil?

Pois é, você sabia que atualmente existe um programa do governo que permite isso para jovens de 18 a 29 anos de baixa renda com até dois salários mínimos ou que participa de algum programa do governo, conheça agora o IDJovem.

O nome do programa se chama IdJovem e foi criado em 2016 pelo governo federal em parceria com a Caixa Econômica Federal com o objetivo de incentivar jovens ao acesso em programas culturais.

Ele funciona como uma espécie de carteirinha de estudante mais com uma diferença, você não precisa estar na faculdade/escola para utilizar, alguns dos benefício são:

  • Viajar de Graça ou com 50% de desconto em transportes interestaduais (serve apenas para ônibus);
  •  Cinema, Shows, Teatro com 50% de desconto.

O vídeo abaixo irá te explicar melhor como tudo funciona, veja:

Para utilizar o beneficio a pessoa precisa estar cadastrada no CRAS (Cadastro Único do Governo Federal) e com isso será gerado o NIS (Número de Identificação Social), normalmente participantes do bolsa família já possuí esse cadastro. Mas fique atento, após o cadastro ser feito, demora cerca de 30 dias para ser inserido no sistema e se você já tem, verifique se ele está ativo, pois é preciso fazer uma atualização a cada 24 meses.

Depois de ter se cadastrado vá até o site do IdJovem procure o campo “Emitir ID Jovem”, preencha o cadastro e automaticamente será gerado uma carteirinha online com um número de série e um QR code, simples assim, tudo na hora!

O cartão é virtual e deverá ser apresentado nos estabelecimentos na tela do seu Smartphone ou impresso pela página da internet.

Após preencher o campo acima, será gerado na mesma hora a sua carteirinha do IDJovem

Eu inclusive já utilizei desse benefício na minha última viagem para o Rio de Janeiro e paguei apenas R$ 11,00 na passagem, valor equivalente aos impostos e pedágios.

No momento em que você vai comprar a passagem basta apresentar a carteirinha gerada para o atendente e informar que você precisa comprar uma passagem IDJovem, simples assim. Pronto, após ter suas passagens em mãos, basta conhecer o nosso Brasil.

Quer um resuminho de tudo mais detalhadamente, veja o vídeo abaixo:

O IDJovem tem validade de 180 dias, podendo ser renovado ao vencer, faça agora o seu cadastro CLICANDO AQUI.

 

Os maiores festivais de Música do Brasil

Vocês com certeza nos últimos dias devem ter ouvido falar muito do Rock in Rio, evento que acontece em setembro desse ano no Rio de Janeiro ou até mesmo do Lollapalooza que acontece todos os anos no autódromo de São Paulo.

Pensando nisso resolvi escrever um post sobre os 4 maiores festivais de músicas no Brasil. Lembrando que essa lista não está por uma ordem de grandiosidade de evento, pois esses números mesclam todos os anos.

Rock in Rio (Rio de Janeiro)

Onde: Cidade do Rock

Apesar de se chamar Rock in Rio, conforme os anos foi passando o festival precisou se adequar a uma grande gama de ritmos e estilos, hoje em dia além das bandas de rock, temos a presença de muitos artistas pop, indie, axé, blues, entre outros. Em todos as edições do festival conta sempre com a presença de grandes artistas, por isso é um dos eventos mais esperados pelos brasileiros.

Sendo assim acaba chamando a atenção de um público variável, mesclando entre todos os estilos musicais. O festival foi criado por um empresário e publicitário brasileiro, Roberto Medina realizando o primeiro evento em 1985. Ao todo já foram realizadas 17 edições, sendo seis no Brasil, sete em Portugal, Três na Espanha e um nos Estados Unidos.

LAS VEGAS, NV – May 8: Atmosphere pictured at Rock In Rio in Las Vegas, NV on May 8, 2015. © Erik Kabik Photography/ Retna Ltd.

Apesar de em 2017 o evento ser realizado no Parque dos Atletas, o evento tem a sua própria área construída, a Cidade do Rock que fica no bairro de Jacarepaguá, no Rio de Janeiro.  Lembrando que se você quiser comprar ingressos para a edição de 2017 ainda dá tempo, as vendas começam no dia 5 de abril de 2017.

Lollapalooza (São Paulo)

Onde: Autódromo de Interlagos

Lollapalooza podemos dizer que dessa lista é o evento que envolve os mais diferentes estilos musicais, desde rock alternativo, punk, heavy metal, grunge, Indie, pop, eletro, Hip-hop, entre outros.

O evento foi fundado em 1991 pelo músico estadunidense Perry Farell, como uma despedida da banda Jane’s Addiction e mais tarde se tornou um festival alternativo, sendo considerado hoje um dos maiores festivais do planeta.

O evento acontece anualmente no Brasil no autódromo de interlagos em São Paulo, Estados Unidos, Chile, Argentina, Alemanha e Colômbia. A primeira edição brasileira aconteceu em 2012 no Jockey Club de São Paulo, e contou com a presença de bandas como Foo Fighters e Artic Monkeys.

Esse ano o Lollapalooza acontece esse mês de março, nos dias 25 e 26 e os grandes destaques desse ano são artistas e bandas como Mettalica, The Chainsmokers, The Weeknd, Melanie Martines e a cantora dinamarquesa MØ.

Os ingressos ainda estão à venda e podem ser encontrados no site da Tickets for Fun clicando aqui, no valor de R$ 470 inteira para um dia de evento e R$ 920 para os dois dias de festival. Já tive a oportunidade de conhecer o festival e com certeza vale muito a pena pela quantidade de bandas e coisas para se fazer durante o evento. E se você não conseguir ir, não fique triste, o canal de TV Multishow exibe todos os detalhes do Lollapalooza.

Planeta Atlântica (Florianópolis – SC)

O festival planeta Atlântida acontece anualmente desde 1996 durante o verão nos meses de fevereiro. É organizado pela rede Atlântida de rádio.

Com um público de aproximadamente 70 mil pessoas por noite, com uma lineup que vai de Rock, Pop e Eletro, até o funk e o Indie.

Tomorrowland (Itu – SP)

Onde: Arena Maeda

Tomorrowland é considerado por muitos o maior festival de música Eletrônica do planeta, e temos motivos para confirmar isso. Veja abaixo um vídeo que em cada edição do evento é divulgado

O evento de origem Bélgica em 2005 teve a sua primeira passagem pelo Brasil em maio de 2015. O evento é composto por um cenário lúdico relacionado a fabulas, como podemos ver desde todo o design, como nos palcos ingressos, marketing e toda a estrutura que é montada para o evento.

Desde a sua chegada no Brasil é realizado na cidade de Itu, interior de São Paulo no Arena Maeda. Só na sua primeira edição, o evento contou somados os dois dias mais de 180 mil pessoas e 187 DJs entre brasileiros e internacionais.

Todos os anos o evento aborda um tema diferente, sempre relacionado há algum universo lúdico, por exemplo, na primeira edição brasileira se chamava “The Book of Wisdom” (O livro da sabedoria). Além de toda superprodução é composto por performances de artistas, fontes de águas, fogos de artificio, contos de fadas e muita simbologia, podemos mesmo comparar uma certa comparação com o universo Disney World.

Além do palco principal, são montados outros seis palcos e segundo a produtora responsável pela organização do evento ID&T estão confirmadas edições até o ano de 2020, fato que ficou meio duvidoso nesse ano de 2017, no qual a edição foi cancelada, a justificativa foi pela falta de condições logísticas e questões econômicas que o brasil enfrentou no último ano. Com certeza é um dos eventos que eu ainda pretendo conhecer.

Espero que tenham gostado do post de hoje, pretendo futuramente visitar esses eventos e com certeza trazer mais posts e vlogs no meu canal do youtube, pra com certeza deixar vocês com gostinho de querer também conhecer os eventos. Até a próxima!

 

HalftimeShow 2017 – Lady Gaga (Confira a performance)

Na noite desse domingo, 05 de fevereiro, Lady gaga performou no 51º Halftime Show que acontece todos os anos no intervalo do Super Bowl.

E os boatos que ela cantaria no teto do estádio se confirmou, dando inicio na performance seguida pelo Hino Nacional Americano e com drones sobrevoando o estádio formando a bandeira norte americana.

Os maiores sucessos, Poker Face, Born This Way, Telephone, Just Dance, Milllion Reasons e fechando com Bad Romance, foram performados.

Também tivemos um início de Dance in the Dark e uma frase da música The Edge of Glory, confira abaixo:

E as coisas não acabam ai. A NFL em parceria com a  patrocinadora Pepsi registrou todos os bastidores do show para transformar em um documentário. O filme mostrará todo o caminho da cantora, desde a coletiva até a subida no palco, dentre eles ensaios, produção, sessão de fotos, etc…

É a primeira vez que um artista que se apresenta no SuperBowl ganha um documentário assim, então com certeza vai ser muito bom. E amanhã ainda será anunciada as datas da turnê de divulgação do álbum Joanne.

Além disso uma hora depois da performance, Lady Gaga divulgou o poster da sua nova turnê intitulada Joanne que está prevista para começar em meados em Agosto inclusive com uma passagem única no Brasil no dia 15 de setembro no primeiro dia do Rock in Rio.

16406797_1559199324120401_6798418206606777057_n

Confira também algumas fotos da performance:

C38lBKTWEAA81oE.jpg

C38pbUcWcAAgz_M.jpg

010203

Super Bowl LI - New England Patriots v Atlanta Falconsgettyimages-633951080-617x411

E ai quem vocês acham que ira performance no show do intervalo do ano que vem? As minhas apostas com certeza vai para Justin Bieber, até a próxima e flws!

giphy (1).gif

Um pouco da Campus Party 2017

Acabou hoje em São Paulo na arena Anhembi a décima edição da Campus Party, um dos principais eventos tecnológicos que acontece anualmente no Brasil. Novamente tive o enorme prazer pelo segundo ano consecutivo de poder cobrir o evento diretamente para o blog. No post de hoje deixei um resuminho de tudo o que aconteceu e também um pouco da história do evento e os dados desse ano.

img_1245

O principal objetivo do evento é tratar de questões relacionadas a internet, reunindo um grande número de comunidades e usuários da rede. O evento visa proporcionar palestras de CEOs, influenciadores, pessoas relacionadas ao mundo da tecnologia, ciência, empreendedorismo, criatividade, games, design, inovação, entretenimento e mídias sociais como blogueiros e alguns youtubers, tratando sempre de assuntos que envolvem a sociedade contemporânea moderna e a inovação tecnológica, separadas em dez palcos.

História

A primeira edição do evento aconteceu no ano de 2008 em São Paulo e depois disso se espalhou para algumas regiões do Brasil como Brasilia, Recife e Belo Horizonte. O interessante do evento é a possibilidade dos participantes poderem acampar lá dentro durante 24 horas do dia durante toda a semana.

Os Números de 2017

O evento desse ano começou no dia 30 de Janeiro e acabou no dia 4 de fevereiro, com a participação de mais de noventa mil pessoas, entre profissionais da imprensa, campuseiros e visitantes.

Reunindo 40% do público feminino e 60% do público masculino, deixando explicitamente que o evento reúne também a diversidade de pessoas, sendo a maioria delas do mundo Geek e Nerd. Foram 6.500 barracas, sendo 6 mil simples e 500 duplas e cerca de 60% dos campuseiros tinha idade entre 18 e 29 anos.

IMG_1258.JPG

Representatividade 

A representatividade feminina também cresceu nos últimos anos pra cá, cerca de 40% de 750 palestrantes são mulheres, o que em 2008 não chegava nem há 5% desse número, mostrando também que o cenário social está mudando rapidamente.

Foram realizadas mais de 750 horas de atividades, dentre elas palestras, workshops e reuniões, pois também é o local onde cerca de 160 Startups participaram do programa Startup&Makers a procura de novas idéias, novos mercados e soluções tecnológicas, o objetivo é impulsionar e capacitar jovens talentos e empreendedores

IMG_1274.JPG
Palestra sobre a representatividade feminina no Youtube – Maira Medeiros (Nunca te pedi nada), Becca Pires, Maddu Magalhães, Nátaly Neri(Afros e Afins) e P. Landucci

Solidariedade

Além disso, Daniel Annenberg, secretário de inovação, anunciou uma parceria junto com a prefeitura de São Paulo. As 6.500 barracas utilizadas pelos campuseiros logo ao fim do evento serão doadas para moradores de ruas.

campus_party2.jpg

Games e Simuladores

Esse ano foram cerca de quinze simuladores, entre eles de caminhão (ProSimulador), voo, corrida de carros, realidade virtual, simulador de trânsito, além de outros games que fizeram a cabeça da galera do evento, por exemplo, a todo canto que eu olhava tinha pessoas jogando o game Just Dance 2017, no estande da Submarino, entre os campuseiros ou no estandes de games.

Esse ano o que fez a alegria da galera foi também a corrida de Drones, uma das coisas que mais me deixou fascinado, não sabia que dava para controlar os movimentos deles tão bem. Podemos citar também o combate entre robôs, jogo de escape e além disso uma mini baladinha proporcionada pela TNT Energy Drink.

Problemas

Como todos os anos infelizmente acontece sempre alguma anormalidade no evento, na edição de 2015 por exemplo, a crise hídrica afetou os campuseiros por conta da falta do abastecimento de água. Em 2016 as constantes quedas de energia fizeram os campuseiros reclamarem muito e nesse ano um pouco antes do inicio do evento no dia 31 de janeiro houve uma instabilidade na conexão, pois segundo informações da Telebras, empresa que é responsável pela infraestrutura do evento, ladrões roubaram mais de dois quilômetros de fibra óptica que seria utilizada no evento, problema que foi resolvido logo pela manhã do primeiro dia do evento, antes da abertura dos portões às 9h.

IMG_1230.JPG

Esse ano a velocidade da internet era de 40 Gigabites por segundo, o que por exemplo faz com que algumas pessoas compareçam no evento só para baixar arquivos pesados.

Porque ir a Campus Party nos próximos anos?

Mesmo que você não goste de tecnologia eu te recomendo muito ir à Campus Party, pois é um evento que faz as pessoas terem percepções diferentes sobre o mundo contemporâneo, já que o evento retrata a tecnologia voltada para melhoria de vida das pessoas das mais diversas camadas sociais, como empreendedorismo, representatividade, parcerias e negócios.

– Ah Rodrigo não tenho dinheiro para gastar em um evento desses!

A campus Party todos os anos tem o espaço grátis, a “Open Campus” com atividades gratuitas, por exemplo esse ano, a corrida de Drones, os simuladores, área de games, comidas, escapes e as batalhadas de robôs estavam localizados nessa região do evento.

IMG_1200.JPG

Bom pessoal, espero que tenham gostado do post, em breve estarei trazendo outras novidades e mais conteúdo de eventos aqui para o blog. Confesso que estou bem ansioso por esse ano de 2017.

Ah! Lembrando, se não quiser ficar por fora das novidades do blog, não esquece também de curtir a fã page clicando aqui e ativar as notificações, pois sempre que sair um post novo você será avisado.

Até mais! 🙂

Começa a 10ª edição da Campus Party Brasil

Com ingressos esgotados, #CPBR10 espera receber mais de 80 mil visitantes e 8 mil campuseiros nos cinco dias do evento

cpmex08

Começa hoje no Pavilhão de Exposições do Anhembi, em São Paulo, a 10ª edição da Campus Party Brasil. O maior evento de tecnologia, inovação e empreendedorismo do mundo ocorre até 5 de fevereiro promovendo debates sobre novas tecnologias, ciência e as mudanças que as próximas gerações enfrentarão. Além disso, em parceria com o PNUD (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento), a CPBR10 realizará este ano o The Big Hackathon, um desafio com 100 horas de duração que tem o objetivo de desenvolver soluções tecnológicas para os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) propostos pela ONU, e também fomentar o empreendedorismo inovador

Com seis dias de duração, o evento receberá cerca de 90 mil visitantes, sendo 8 mil campuseiros, que terão acesso a mais de 700 horas de conteúdo e atividades que acontecerão praticamente 24 horas por dia. Além disso, o público poderá usufruir de uma internet com velocidade de 40GBps.

ovni-856x570.jpg

A #CPBR10 ocupa os três pavilhões do Anhembi, ficando em uma área de 77,7 mil m² onde ficam instalados sete palcos – Entretenimento, Criatividade (Design e Mídias Sociais), Empreendedorismo, Inovação, Ciência e o Principal e outros dois palcos que contarão com as palestras sugeridas pelos campuseiros por meio da campanha – Vire um curador.

“Um dos grandes objetivos dessa edição é nos aproximarmos dos campuseiros criando uma verdadeira comunidade. Para isso criamos duas campanhas na internet uma que estimulava os campuseros a mandarem vídeos para nós contando com a Campus Party mudou a vida deles e outra que era para eles justamente sugerirem palestras e conteúdos para essa décima edição. O resultado dessas duas campanhas foi surpreendente o que mostrou que estamos no caminho certo para fazer dessa uma edição inesquecível para todos”, conta Tonico Novaes, diretor geral da Campus Party Brasil.

Uma novidade dentro da Arena é a Academia Gamer, espaço destinado para que os campuseiros aprendam técnicas e dicas de jogos com atletas e profissionais. “Sabemos que os e-sports estão conquistando um público cada vez maior no Brasil e, por isso, não poderíamos deixar de separar um espaço exclusivo para eles”, explica Tonico.

Hackathons
Este ano a CPBR terá alguns desafios, entre eles o The Big Hackathon que ocorrerá em parceria com o PNUD com o objetivo de desenvolver soluções tecnológicas para 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) propostos pelo Programa das Nações Unidas. Uma comissão organizadora, formada por especialistas em hackathon e um grupo de curadores, será responsável pela escolha dos candidatos que já se inscreveram e montagem dos times. Mentores e especialistas de faculdades e do Sebrae também farão parte da equipe da Campus para auxiliar os participantes.

1129df55a89e454.jpg

Open Campus

A área aberta e gratuita da CPBR funcionará entre 1 e 4 de fevereiro, das 10h às 20h. No espaço os visitantes poderão interagir com 14 simuladores, acompanhar a famosa Batalha dos Robôs, assistir ao primeiro Campeonato Brasileiro de Drones para profissionais, além de conhecer protótipos de trabalhos acadêmicos e startups com ideias inovadoras.  Uma novidade da área é o Espaço Fazedores onde makers ensinarão diversas habilidades construtivas como solda e marcenaria, por exemplo.

hub_global_campus_party_2016_2.png

As palestras do palco principal poderão ser acompanhadas no site Campuse.ro via streaming e, após o final do evento, as mesmas ficarão hospedadas no mesmo site.

Para mais informações sobre a agenda do evento, CLIQUE AQUI

Até a próxima!

O que esperar do “Super Bowl Halftime Show” desse ano?

O que você faria se recebesse cerca de 650 mil reais por segundo? Pois é, esse é o preço cobrado para qualquer empresa que deseja divulgar sua marca durante o Super Bowl, o evento mais assistido do planeta, e por esse motivo tem a publicidade mais cara do mundo.

O Super Bowl é o evento da grande final do campeonato de futebol americano da NFL. Atualmente a emissora que detém os direitos de transmissão do evento é a NBC que cobrou no último ano cerca de 5 milhões de dólares por 30 segundos de anúncio, preço que pode variar dependendo da quantidade de inserções no momento da transmissão.

super_bowl_50.jpg
Trófeu do Super Bowl

O evento acontece todos os anos no mês de fevereiro e atrai os apaixonados por futebol americano e da música, pois durante o intervalo do jogo acontece o famoso “Super Bowl Halftime Show” uma apresentação que traz todos os anos os maiores nomes da música, como no caso de Beyoncé, Katy Perry, Coldplay, Madonna, Michael Jackson, Bruno Mars, Black Eyed Peas, entre outros.

Este slideshow necessita de JavaScript.

A primeira apresentação aconteceu em 1967 e se sucedeu nos anos seguintes, esse ano como não poderia ser diferente, a grande atração do show do intervalo será Lady Gaga que no último ano lançou o seu álbum Joanne.

Os cantores não ganham nada para se apresentar e os custos da apresentação é do próprio artistas. Estima-se que Lady Gaga tenha gastado cerca de 15 milhões de dólares na apresentação desse ano.

A pergunta que fica é?

O que o artista ganha com isso? Bom, bem simples de responder; uma exposição enorme, ou melhor, a maior exposição mundial, a duração do show acontece em média de quinze minutos e para um artista que acaba de lançar um álbum é uma jogada de marketing muito importante, alavanca as vendas e traz mais lucros para ele(a).

Como foi no caso da Beyoncé na apresentação de 2016. Logo após a performance foi anunciado as primeiras datas da turnê Formation Tour do álbum que havia sido lançado no mesmo ano, e estimasse que Lady Gaga também se utilize da mesma estratégia para divulgar as datas da sua nova turnê.

lady-gaga-super-bowl-50-620x413.jpg
Lady gaga cantou o Hino Nacional americano na abertura do Super Bowl de 2016 

Por exemplo, o aumento de vendas após a apresentação de Katy Perry em 2015 foi cerca de 1.000%, sendo também uma das turnês femininas mais lucrativas daquele ano, a Prismatic Tour que chegou vir para o brasil na edição do último Rock in Rio.

Porque pagar tão caro?

As empresas pagam caro por se tratar da maior audiência mundial, imagine o que é ver cerca de 114 milhões de espectadores (Número estimado no último ano) vendo a sua marca na televisão, número que vem crescendo ano após ano. O retorno financeiro para as marcas é enorme, ou seja é um jogo dentro do jogo.

823431.jpg

Bom, o que podemos esperar nesse ano com certeza é uma superprodução, assim como nos anos anteriores e ainda mais se tratando Lady Gaga, uma das artistas mais polêmicas e excêntricas do Século XXI. Até o momento não existe nenhuma informação de quais músicas serão cantadas, como será o palco desse ano. Tudo é mantido em segredo a sete chaves, para aumentar ainda mais a expectativa do público. Mas uma é coisa é que todo queremos é que mais uma vez possamos se surpreender com mais um “Super Bowl Halftime Show”.

show-superbowl-50.gif
Até a próxima!