O meu maravilhoso ano de 2017

Todo ano a gente tem as famosas Metas do ano para cumprir, certo? Certo! E 2017 não podia ser diferente. Porque o ano novo é o que? É aquele momento de você fazer coisas novas, mudar e tentar algumas coisas outra vez. Dá certo? Não, não dá, porque eu por exemplo, tenho metas de 2012 que não cumpri até hoje, mas fazer o que, a vida e justa, não! e nunca será, então hoje eu vou trazer um bate papo mais pessoal sobre minhas conquistas no anos de 2017.

Apenas algumas atualizações sobre a minha vida

Hoje eu resolvi sentar e escrever o que sentisse vontade, ou melhor o que viesse na minha cabeça, porque sinceramente, tantas coisas acontecendo na minha vida nos últimos meses que estou tipo, ” UAU, sério isso? ”, estamos na metade do ano e só tenho agradecer por tudo que aconteceu nesses últimos sete meses que se passaram.

Uma relação que vem da Infância

Por toda minha vida, sempre cresci envolvido e rodeado pelo mundo dos vídeos games. Até mesmo quem não joga, já se divertiu pelo menos alguns bons minutos em frente da televisão com um controle na mão. Me lembro do meu primeiro contato com eles aos quatro anos de idade ou antes disso, no Natal de 2000. Minha mãe me trouxe uma caixa estranha e grande com o que para mim parecia mais um brinquedo comum, e ao desembrulhar me deparei com o meu primeiro vídeo game um Super Nintendo SNES e adivinha, meu primeiro jogo? Um ícone dos Games, Super Mario World.                          Eu confesso que não sabia nem como jogava e por esse motivo me divertia assistindo meu pai jogar. Achava o máximo aquele boneco acompanhando os comandos, achava o meu pai o melhor jogador do mundo, que convenhamos, depois que cresci, realmente percebi que ele não é, não consegue ganhar uma corrida no Need For Speed, enfim…       Eu podia não saber jogar mas fiquei vidrado, a minha primeira paixão não foi a garotinha da escolinha e sim o meu primeiro vídeo game – O […]

Não confie em todos

Se tem uma coisa que nesse pouco tempo de vida eu aprendi é, não conte nada pra ninguém, não confie em todas as pessoas ao seu redor, seus planos, projetos e ações futuras, guarde somente com você, não divida com ninguém se possível, divida com pessoas que estejam envolvidas ou com seus pais, apenas, mais ninguém. As pessoas, por mais que as intenções sejam boas, elas atraem coisas negativas para os seus planos mesmo sem querer. Sempre surge um, “poxa que legal eu também queria fazer isso“ mesmo sem a pessoa sem querer afeta de alguma forma o que você esta planejando. Eu costumava a contar tudo o que ia fazer para todos, e essas coisas, nunca, nunca davam certo ou não se concretizavam, parecia uma coisa, tudo podia estar indo bem, era eu abrir minha boca, o rumo mudava. Fui cego durante anos, até um dia que uma amiga minha me deu um conselho! “Rodrigo, não conte seus planos para ninguém, apenas faça, conte após do objetivo ser alcançado, as pessoas por mais que você confie nelas, elas atraem coisas ruins. “ E isso foi meio que uma bronca, porque eu estava indo contar algo que eu estava planejando, […]

O que é estar feliz?

Eu não sei o que está acontecendo comigo, do nada começou a voltar aquele sentimento de insatisfação, sinto que preciso fazer algo novo, sinto que talvez eu precise me aventurar em novos ares. Você já se pegou pensando se o que está fazendo te faz feliz? pois é, de uns dias pra cá, isso ficou tão frequente e impulsivo em mim. Será que isso é um comportamento equivocado meu. É nisso que eu penso, o medo de tomar alguma decisão e ela não ser a correta, talvez piorar o que pra mim já está monótomo. Mas vamos continuar seguindo esse leito, vou continuar empenhado, trazendo resultado e fazendo o certo, aliás o que seria ter resultados? resultados pra mim? será que isso agrega algo em mim? acho que não, ou talvez sim! Poxa que vontade de gritar, que vontade de viver fazendo o que eu amo, porém recursos me faltam, então eu me pergunto, o que pode me realizar nesse momento? A resposta eu talvez não saiba, mas né… Vamos fazendo, vai que Deus ajuda nóis! -Calma, eu to bem! hahaha

Uma questão de superioridade?

Atenção, atenção, atenção… Será que é só por isso que vivemos? Para sermos notados? vistos, reconhecidos,  para fazer algo favorável apenas à nós mesmos? Mesmo que por isso temos que sujeitar á outros levarem a culpa de algo que não fez, ou provocar a discórdia para ganhar notoriedade? Ah Rodrigo, por que você diz isso? Na verdade é meio complicado explicar, complicado porque não quero tornar tão explicita a situação. Como vocês bem sabem, sempre deixei bem claro aqui, que algumas coisas que eu posto, fazem parte do meu cotidiano. Nessa semana vivenciei um fato um tanto incomum, digno de briga dá 5º série sabe? Aquelas brigas que você xinga a mãe e tem sempre aquele seu amigo (ou que pelo menos diz ser seu amigo) colocando lenha na fogueira. Já digo logo, se por um acaso você conhece, ou tem um amigo assim, fuja dele, ele(a) não presta. É um ser desprezível que merece ser ignorado por sua pessoa. Pessoas de nível superior, brigando por questões fúteis, como por exemplo, quem é um representante de sala, ou quem não é. Como se algo nisso tornasse a pessoa mais importante do que a outra. E se utilizando de termos, como: -Ah! […]

A Crise dos vinte anos

Todo mundo, ou melhor, quase todo mundo, vai chegar, já chegou ou passou dos vinte anos de idade. E muita gente chega nisso se perguntando e olhando para si mesmo, dizendo, poxa? será que eu fiz bastante coisa que agregasse a mim? será que sou uma pessoa satisfeita e realizada no que faço hoje, ou ainda sou muito novo para pensar nisso? Bom, fato ou não, esse pensamento acontece pelo fato de estarmos entrando em uma nova etapa da nossa vida. Etapa essa que conclusivamente nos torna um adulto, ou seja, passamos de adolescentes para adulto. Não, isso não acontece aos 18 anos, e sim aos vinte anos, mas deixo bem claro que isso está relacionado ao meu ponto de vista. Eu estive pensando nisso todos os dias desde o meu ultimo aniversário, dia 26 de Fevereiro, cerca de duas semanas atrás. Será que sou feliz e grato a tudo que conquistei até aqui? a resposta é simples, sim! porque não? e estou satisfeito com tudo isso? não! claro que não. Ou seja, o fato de eu ser uma pessoa feliz com tudo o que tenho até hoje, não me faz uma pessoa satisfeita, pois sou uma pessoa que gosta […]

Encontro com Kéfera Buchmann

E ai pessoal, esto de volta e com um post (ALELUIA IRMÃOS), que talvez não seja relevante a todos que leem meu blog, mas enfim vou postar aqui de qualquer forma. Porque? exatamente, não sei! mas vamos lá. Nunca fui essa pessoas de sair correndo atrás de artista ou algum cantor, sempre fui muito neutro quanto a isso, inclusive já encontrei alguns que nem me soaram a vontade de querer conhecer mais de perto, mas enfim. Isso não vem ao caso. Dia 15 de Outubro em São Paulo, no Teatro Gazeta, localizado na Av. Paulista, consegui realizar uma das vontades que mais me tomavam durante a algum tempo, conhecer Kéfera Buchman, que atualmente é a maior Youtuber brasileira, que cai entre nós, me identifico na questão de espontaneidade e personalidade, tirando a parte que tenho um pouco excessivamente de timidez “haha” mas isso não vem ao caso novamente. E acho que isso foi algo do destino, pois nada foi planejado. Dois dias antes do encontro foi aberta a venda dos ingressos que por incrível que pareça, pelo enorme sucesso, se esgotaram em 11 minutos, sim, você leu certo, 700 lugares se esgotaram em 11 minutos. Até tudo isso, eu não sabia […]