Para ela 5 (FINAL)

EXPLICAÇÃO: Dando continuação a série de textos “Para Ela” finalmente criei coragem, ou melhor tempo para postar a última parte, estava salva no meu celular e eu nem ao menos me lembrava por conta da correria do dia dia, enfim, espero que gostem, boa leitura. E tudo mudou outra vez! Eu e a Srta. J, vou nomeá-la assim daqui a pra frente estávamos indo bem, conversando todos os dias, falando sobre exatamente tudo, conversando sobre os medos e segredos, achei o máximo o motivo dela confiar tanto em mim, me falar coisas sobre ela e sobre sua visão de mundo. Ela como sempre fantástica, com aquele sorriso largo de canto a canto encantador, sério vocês precisavam ver, era tão lindo quando ela sorria. Nem eu me concentrava no que estava acontecendo quando ela começava a falar. Entre papos e outros comecei a falar sobre alguns assuntos na intenção de chama lá pra sair. Enfim chamei, fiz o convite, na véspera do aniversario dela de 20 anos. Perguntei bem assim: – Se por um acaso eu te chamasse pra sair, qual seria a resposta? Lembro me dela ter demorado um tempo pra responder, porém ainda não havia visualizado a mensagem. Foi […]

Para ela 2

Eu literalmente sou o tipo de cara que nunca foi bom em conversar com garotas. Sempre fui muito centrado e preocupado em achar, o que será que está pensando de mim, principalmente das que eu gosto. Esse tipo de coisa é atormentador e corroí, é difícil lidar com isso, porém nesse dia tinha que ser diferente e foi! Vim o caminho inteiro pensando em mil maneiras de como ter uma primeira conversa com ela. O Caminho inteiro de volta pra casa o fone continuavam em meus ouvidos porem sem música, apenas aberto no aplicativo de mensagens no chat dela que por sinal estava em branco, sem nada, pensando em milhões de diálogos, porque uma hora você precisa sair da sua zona de conforto e ir pra cima da guerra, enfim fui… Comecei sobre um assunto meio aleatório, quis tirar uma duvida inexistente sobre um trabalho, então depois disso as quatro primeiras letras daquela conversa me fizeram soar pior do que corrida abaixo de um sol de 40 graus, a demora dela em visualizar me fez ficar mais nervoso do que já estava, deitado na cama passando os pés um sobre o outro, foi então que ela me retornou em duas letras… EU! Não […]