Calmaria

Todas as pessoas tem personalidade diferente, FATO, e por esse motivo existe os diversos gostos, FATO TAMBÉM.  Nesse momento estou em uma viagem, em uma cidadezinha do interior do Pernambuco. Ja cheguei a vir várias outras vezes aqui. No caso quatro vezes. Não sei o que aconteceu, mas quando eu vim dessas outras vezes, tudo parecia tão legal, tão magico, tudo era novo, tudo era novidade.  Hoje estou aqui de volta, depois de três anos da última viagem. Agora estou sentado na varanda de uma casa, olhando a calmaria, vejo crianças brincando, senhores passando com sacolas de um mercadinho da esquina. Duas idosas sentadas que conversam na casa visinha sobre o quão é complicado tratamento de saúde neste local. Ao mesmo tempo o sol castiga esse chão, um calor sob qual é impossivel caminhar ou ficar de olhares totalmente abertos.  Olho para aquelas crianças e lembro do tempo em que eu estava no lugar delas. Com os pés descalsos, joelhos ralados e rindo de tudo sem se importar com o dia que viria seguinte. É como dizem, crianças enchergam magia em tudo, é pura, é serena, vejo isso refletido na minha irmã de cinco anos, ela aproveita tudo tão intensamente, […]